25 de fevereiro de 2006

Poesia ainda incompleta... Por sua infinitude

Se três passos deres, adiante
No nada te encontrarás.
E se, após isto, olhares
pra cima, teus pés tu verás.
A mão estendendo pra diante,
Teu ombro tu encontrarás.
O ontem e o hoje e o distante,
Te rondam por diante e por trás.
E assim, em um único instante
Contemplas a Guerra e a Paz.

Um comentário:

Beatriz disse...

Oi ser pensante dito professor de literatura!!
Vc não escreve muito frequentemente por aqui não é mesmo?
Agora eu estou meio na correria, mas assim que der te mando e-mail com alguma coisa minha.
Só lembra de uma coisa, quando cansar de procurar próprias verdades reflita naquele que tudo fez.
See ya